Supercopa da UEFA abre o calendário europeu no futebol

O futebol europeu está em sua pré-temporada, e ainda falta algum tempo para que as equipes voltem à campo para a disputa dos seus campeonatos nacionais e continentais. Mas um grande confronto espanhol abrirá a temporada, no dia 11 de agosto no Estádio Boris Paichadze na Geórgia, quando Barcelona e Sevilla decidirem a Supercopa da UEFA, que chega em sua 40ª edição na história.
Italianos favoritos ao título da UEFA
A Supercopa da UEFA é um torneio tradicional que coloca frente a frente o campeão da UEFA Champions League contra o campeão da agora UEFA Europa League, antiga Copa da UEFA. Durante muito tempo foi realizada em jogo único no Estádio Louis II em Mônaco, mas desde 2013 possui sede transitória, já tendo sido realizado em Praga na República Tcheca em 2013 e Cardiff no País de Gales no ano passado.

Para a decisão da Geórgia, na cidade de Tbilisi, uma coisa é certa: o time do Barcelona que entrará em campo terá poucas mudanças com relação ao time que conquistou a UEFA Champions League contra a Juventus no Estádio Olímpico de Berlim. Com a sanção de transferências imposta pela FIFA por problemas com as categorias de base o time catalão não pode registrar nenhum jogador até janeiro de 2016, o que deixará nomes como o de Arda Turan, recém contratado pelo Barça, de fora da decisão.

Mas isso não foi nem de perto suficiente para os sites de apostas esportivas considerarem o Barcelona menos favorito para ficar com o título da Supercopa da UEFA. No betboo, um dos mais respeitados sites para quem gosta de apostar em futebol, uma vitória do Barcelona durante o tempo normal de jogo paga R$1,28 a cada R$1 apostado, contra R$8,50 do Sevilla e R$5,50 do empate no tempo regulamentar.

O Sevilla chega embalado pela conquista do seu tetracampeonato da Europa League, o que coloca o time da Andaluzia como o maior campeão da história da competição, à frente de gigantes do futebol mundial como Juventus, Inter de Milão e Liverpool, com 3 títulos cada.

E no que depender da história, o Sevilla pode se encher de esperanças: quando os dois se enfrentaram na decisão da Supercopa da UEFA de 2006, vitória do Sevilla de Daniel Alves e Luís Fabiano por 3×0 contra o Barcelona de Ronaldinho Gaúcho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *