Rivaldo recebe ofertas de clubes do exterior e pode adiar aposentadoria

Diferente das pessoas que trabalham 30-35 anos, os jogadores de futebol costumam se aposentar  após os 32 anos independente de quantos anos tenham passado no esporte, mas sempre tem aquele que estende um pouco mais a carreira e chega a ficar até os 40 anos ou mais. Rivaldo comunicou que se despedirá do futebol neste sábado (15), mas uma mensagem do meia de 43 anos, coloca em dúvida se ele de fato encerrará a carreira. O jogador do Mogi Mirim afirmou ter se empolgado após receber convites de clubes do exterior.
Rivaldo Mogi Mirim
“Semana que vem estarei com o médico do Corinthians Joaquim Grava para fazer exames. Apesar de estar com 43 anos estou recebendo algumas propostas de clubes do exterior. Fico feliz por isso. Isso me motiva mais ainda a cuidar do meu joelho”, publicou Rivaldo em redes sociais.

Oficialmente, Rivaldo diz que o jogo contra o Luverdense, neste sábado, às 21h, em Mogi, é o último pelo clube.

“Hoje foi meu último treino no Mogi Mirim Esporte Clube, amanhã estarei em campo para fazer meu último jogo com este clube que fez parte da minha história. Vou aproveitar este tempo para fazer tratamento em meu joelho. Conversei com alguns médicos profissionais e eles me aconselharam a realmente tratar meu joelho e não jogar com anestesia pois isso poderia prejudicar ainda mais”.

Rivaldo voltou ao futebol desde junho deste ano para evitar o rebaixamento do Mogi para a Série C do Brasileirão. Ao lado do filho, que atua no ataque do time, Rivaldo foi a campo pela 2ª divisão. Para suportar dores no joelho, Rivaldo foi submetido a infiltrações antes das partidas, método bastante utilizado em craques antes de jogos decisivos, mas isso só adia um problema iminente.

Com Romário foi parecido, ele havia anunciado aposentadoria, teve até um evento especial de despedida e o craque acabou jogando mais um tempo no campeonato brasileiro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *