Revista France Football cancela Bola de Ouro 2020

Um dos principais prêmios dados para os melhores jogadores de futebol do mundo não terá uma edição neste ano por conta da pandemia do novo Coronavírus. Foi o que divulgou a revista France Football em comunicado em seu site, afirmando que não irá organizar nesse ano a Bola de Ouro 2020.

A Revista France Football premia anualmente o melhor jogador da temporada, tanto masculino quanto feminino, além do melhor goleiro e melhor jogador jovem sub-21, também com categorias para homens e mulheres. A premiação é organizada pela empresa desde 1956 e nesse ano não terá uma edição por conta da pandemia da Covid-19.

A France Football justificou o cancelamento da Bola de Ouro 2020 por conta da interrupção do calendário entre os meses de março e maio, além das mudanças nas regras que afetam a credibilidade e legitimidade da eleição. A revista anunciou o cancelamento através de comunicado publicado em seu site:

– “No nível esportivo, apenas dois meses dos 11 geralmente necessários para formar uma opinião e decidir entre os melhores, é muito pouco para avaliar e julgar, uma vez que os outros jogos ocorreram – ou ocorrerão – em outras condições (portões fechados, cinco substituições, quartas de final da Liga dos Campeões em uma única partida) que estão muito longe do panorama usual. Essa escolha não nos encanta, mas tem como objetivo proteger a credibilidade e legitimidade de tal prêmio”.

Indo no caminho inverso, a FIFA não tem planos para cancelar a sua premiação, o FIFA The Best. A organização máxima do futebol no mundo tem como plano apenas o cancelamento da festa presencial onde são entregues os prêmios.

Mesmo sem a eleição do melhor jogador do ano pela primeira vez desde 1956, os jurados da Bola de Ouro 2020 irão eleger nesse ano os 11 jogadores que mais se destacaram  em suas respectivas posições, além do jogador revelação de 2020.

O argentino Lionel Messi é o maior vencedor da história da bola de Ouro com 6 conquistas, seguido de perto por Cristiano Ronaldo com 5. O brasileiro Ronaldo Fenômeno é o maior vencedor do prêmio com 2 conquistas, em 1997 e 2002.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *