Messi pede para deixar o Barcelona

O que era apenas boato nos últimos dias acabou se confirmando de maneira oficial, com a imprensa da Argentina e da Espanha divulgando que Lionel Messi encaminhou um comunicado à diretoria do Barcelona manifestando o seu desejo de romper de maneira unilateral o seu contrato com o clube.

A notícia ganhou rapidamente o mundo após ser divulgada pela emissora de TV argentina TyC Sports, além do principal jornal esportivo do país, o Olé. A notícia também foi divulgada pelo principal jornal esportivo de Madrid, o Marca.

Segundo todos esses veículos Messi mandou para a diretoria do Barcelona o chamado “Burofax”, uma alternativa usada na Espanha para o envio de documentos urgentes pelo Correio, que funciona como uma carta registrada e pode ser enviada pela internet. Segundo a imprensa o jogador escolheu esse método para tornar o seu desejo oficial.

O contrato de Messi com o Barcelona possui uma cláusula que permitia que o argentino rompesse o seu contrato de maneira unilateral desde que ele manifestasse esse desejo antes do dia 10 de junho. Porém, como o calendário do futebol mundial ficou parado por muito tempo o jogador diz que esse prazo seria o final da temporada e não mais o dia 10, o que pode levar a disputa para os tribunais.

O pedido de Lionel Messi não surpreende após as declarações recentes do jogador, principalmente após a derrota por 8×2 para o Bayern de Munique na UEFA Champions League, e com a bagunça administrativa que vive o Barcelona sob o comando do presidente Josep Maria Bartomeu. A carta de Messi inclusive gerou um grande protesto na frente do Camp Nou pedindo a renúncia de Bartomeu.

Com isso, o papo do argentino com o técnico Ronald Koeman parece não ter surtido efeito, ainda mais após o holandês dispensar Luis Suárez, terceiro maior artilheiro do clube e jogador mais próximo de Messi no atual elenco, pelo telefone.

Mesmo que o argentino não saia gratuitamente do clube é improvável que o Barcelona consiga um valor elevado com Messi já que o seu contrato termina já no meio de 2021, o que lhe permitiria assinar um pré-contrato com qualquer equipe já em janeiro.

As primeiras notícias dão conta de que o Manchester City, do técnico Pep Guardiola, pode ser um dos maiores interessados na contratação do atual camisa 10 do time da Catalunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *