Messi é condenado a 21 meses de prisão

Lionel Messi e seu pai, Jorge Horacio Messi, foram condenados na Espanha a 21 meses de prisão e pagamento de multa, por fraude fiscal. Os dois são acusados de terem sonegado 4,1 milhões de euros em impostos e a sentença foi confirmada hoje quarta-feira (06). (Fonte: esporte.uol.com.br)

Contudo o craque não vai precisar responder ao crime em regime fechado, a lei espanhola prevê que condenados a menos de dois anos de prisão e sem antecedentes criminais cumpram suas sentenças em liberdade condicional, existe também a possibilidade de recorrer a decisão. O jogador a principio terá que desembolsar uma multa de 2 milhões de euros, enquanto seu pai será obrigado a pagar 1,5 milhão de euros, somando ambos o valor chega ao equivalente a 12,9 milhões de reais.

Messi e seu pai foram julgados por três acusações de fraude fiscal e foram condenados em todas. A dívida do jogador com o fisco é referente aos anos de 2007, 2008 e 2009, envolvendo valores recebidos como direito de imagem.

Messi poderia ter sido retirado das acusações devido a pedido do fisco e apenas o pai do jogador responderia ao processo. A acusação do Estado, porém, não atendeu ao pedido.

A sentença sai um mês depois do julgamento, que aconteceu em junho. Messi precisou deixar temporariamente a seleção durante a Copa América Centenário, nos Estados Unidos, e viajar à Espanha para depor ao tribunal. Agora ele soma o drama de perder mais um título para os argentinos ao caso. Na época, Messi negou todas as acusações.

O Diário da Catalunya publicou as 58 páginas do caso, é explicado que foram criados contratos de fachada e empresas em paraísos fiscais.

O Barcelona se pronunciou ao lado do atleta e viu a acusação como totalmente injusta e pretende apoiar Messi mesmo após a condenação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *