Manchester United pode comprar Richarlison do Watford

O ponta Richarlison, cria das categorias de base do América Mineiro e que ganhou fama vestindo a camisa do Fluminense na temporada passada foi alvo de uma grande polêmica no meio da temporada passada, ao revelar que estava negociando com o Palmeiras dias antes do Tricolor Carioca enfrentar o clube paulista.

Segundo o jogador disse em entrevistas posteriores esta seria a maior oferta da história do Brasil, mas o timing errado com que a notícia foi divulgada acabou encerrando qualquer chance de negociação, com o jogador ficando no Fluminense e dias depois sendo vendido para o Watford da Inglaterra por 12,5 milhões de euros, algo em torno de R$ 46 milhões.

Menos de um ano depois de vestir a camisa do modesto clube de Hertfordshire o jogador já parece completamente adaptado ao futebol da terra da rainha Elizabeth, tanto que já começa a chamar a atenção de clubes maiores e pode dar um verdadeiro salto em sua carreira na próxima janela de transferências.

Mesmo tendo mais 4 anos de contrato a cumprir com o Watford seria praticamente impensável que o clube seria capaz de recusar uma investida como a do Manchester United, que segundo alguns canais de TV como a Sky Sports inglesa estaria interessado a desembolsar 45 milhões de euros, o equivalente a R$ 189 milhões, na contratação do jogador.

É muito difícil que Richarlison continue mesmo jogando no Watford na próxima temporada, já que somente nos últimos dias já foi divulgado que além do Manchester United outros gigantes como Arsenal e Chelsea, além do Everton também teriam interesse no garoto que completa 21 anos no próximo dia 10 de maio.

As notícias de que Mourinho está atrás de um novo atacante apenas reforçam os boatos dos últimos dias, que dão conta de que o jovem Marcus Rashford, uma das maiores revelações do United nos últimos anos, solicitou transferência por não ter mais minutos em campo pelo time.

Rashford teria dito que se José Mourinho continuar na equipe ele deseja sair, já que vem perdendo cada vez mais espaço no time e a concorrência apenas aumentou desde a chegada do chileno Alexis Sánchez, contratado junto ao Arsenal na última janela de transferências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *