Jogadores do United terão corte salarial se não vencer a Liga

A partida final do Manchester United na Liga Europa com o Ajax, em Estocolmo, na próxima semana dia 24, vale diretamente o montante de 60,5 milhões de libras esterlinas, (aproximadamente 240 milhões de reais) para o clube e seus jogadores que não podem pensar em perder pois isso significaria um corte de 25% no salário.

Um relatório do jornal The Times indica que a equipe de jogadores do United pode bancar “o maior bônus de jogadores da história” se tiverem sucesso na partida na quarta-feira, mas também podem perder muito com o fracasso, pois possuem contratos com cláusulas que preveem o corte de um quarto nos vencimentos caso o time não se classifique para a maior competição do continente durante dois anos seguidos.

Isto porque os vencedores da Liga Europa se qualificam automaticamente para a Liga dos Campeões da Europa na próxima temporada, uma competição que ativa uma política de remunerações da Old Trafford que considera a maioria dos jogadores do United o ganho de 25%.

Atualmente, os jogadores contratados para o United estão sujeitos a uma suposição de que o clube sempre participa da Liga dos Campeões. O não cumprimento da competição resulta em uma redução salarial.

Como o clube perdeu na competição no ano passado, um salário aproximado de 28 milhões de libras esterlinas foi cortado de 22 contratos, apesar de novos contratações como Paul Pogba e Zlatan Ibrahimovic estarem isentos. Se o Ajax derrotar o United e levar o troféu da Liga europeia, Pogba e Ibrahimovic estariam sujeitos ao corte salarial.

Será a primeira final continental do Ajax após o vice-campeonato da Liga dos Campeões em 1996, quando perdeu para a Juventus nos pênaltis, após 1 a 1 no tempo normal. Já o United não chega à decisão desde que perdeu para o Barcelona, em 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *