Futebol chinês pode estar preparando outras investidas

A janela de transferências internacional está aberta e não poderíamos deixar de destacar as investidas chinesas a clubes brasileiros a qual praticamente desarticulou o campeão Corinthians tirando os seus principais jogadores. Entretanto, a expectativa é que, desta vez, o estrago não seja tão grande para a maioria dos clubes.

Só com a contratação de jogadores, os clubes chineses investiram mais de 300 milhões de euros na janela de transferências do início de 2016. O que muda agora é que eles só podem fazer duas alterações na lista de inscritos para as competições.

O fato de Mano Menezes e Vanderlei Luxemburgo terem deixado o futebol chinês também pode evitar a saída de alguns jogadores devido a falta de conhecimento técnico e experiência no dia a dia com o elenco.

Ainda sim existem brasileiros na mira de times chineses. O principal deles é o atacante Gabriel, do Santos. No início do ano, o Hebei Fortune chegou a oferecer 50 milhões de euros, mas decidiu apostar em Lavezzi, do Paris Saint-Germain. Entretanto, existe a expectativa do clube e de alguns concorrentes virem atrás do jogador, principalmente após sua valorização na seleção brasileira.

Outros nomes Lucas Lima e Ricardo Oliveira (ambos do Santos), Anderson (Internacional), Diego Souza (Sport), Wallace e Luan (ambos do Grêmio) e Thiago Ribeiro (Bahia) foram comentados durante o ano no futebol chinês.

Mas se alguém entra é porque outro alguém sai. Muitos jogadores sonham em jogar no exterior devido aos altos salários e estabilidade maior, mas existem também aqueles que fazem caminho contrário e querem retornar. A falta de espaço, o término de contratos e o excesso de estrangeiros são alguns dos motivos utilizados pelos atletas para fazer o caminho de volta.

O atacante Aloisio de 27 anos está no Shandong Luneng, foi artilheiro da última edição do Campeonato Chinês, mas perdeu espaço após passar por uma cirurgia no joelho esquerdo e acabou não sendo inscrito na Liga dos Campeões da Ásia, ele está na lista dos que querem retornar ao futebol brasileiro.

O atacante Jô, ex-Atlético-MG, antigo Corinthians, foi no início do ano para a China mas parece não ter se adaptado e tem feito poucos gols, por isso, pode ser liberado pelo Jiangsu Suning, para procurar clubes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *