Futebol argentino perto de encerrar greve

A greve dos jogadores de futebol da Argentina está prestes a acabar. Mas a crise permanece em alta. A AFA divulgou na noite da segunda-feira (06) os dias e horários das 15 partidas da 15ª rodada do Campeonato Argentino, que serão disputadas entre os dias 9 e 13 de março. Após reunião na terça-feira, a Futbolistas Argentinos Agremiados (FAA) e a Associação de Futebol Argentino (AFA) entraram em acordo sobre o pagamento de parte dos salários atrasados, e uma audiência desta quarta no Ministério do Trabalho colocará tudo no papel. Tudo indica que o campeonato voltará na quinta-feira.

Os jogadores argentinos estão reivindicando o repasse do depósito do governo pela rescisão do contrato de transmissão para o pagamento de salários atrasados. O acordo feito entre as associações fechou em 57 milhões de pesos (R$ 11,5 milhões) até dezembro, onde 47 milhões ficou junto à empresa que transmite a segunda divisão argentina e 10 milhões da Axion, petroleira que patrocina o campeonato. Além disso, a federação prometeu dar uma parte do 1,2 bilhão de peso (R$ 241 milhões) que receber da empresa que ganhar a licitação pelos direitos de TV após o fim do programa estatal Fútbol para Todos, outra coisa que gerou muita polêmica.

Não só os jogadores, mas também a comissão técnica pretende mexer seus pauzinhos no movimento. Na terça-feira houve uma reunião entre técnicos que decidiu a postura da classe, que também está sem receber. A 15ª rodada do Campeonato Argentino estava marcada para o início de fevereiro. No entanto, a crise e a enorme dívida dos clubes com os jogadores criaram um impasse. As partidas foram remarcadas para o último final de semana. Os clubes chegaram a cogitar utilizar as categorias de base no campeonato.

A greve não vai beneficiar diretamente os clubes do Flamengo e Atlético-MG que farão suas estreias oficiais na Libertadores 2017. A paralização feita pelos clubes argentinos não envolve as partidas da seleção nas eliminatórias da Copa do Mundo nem a disputa dos clubes nos torneios da Conmebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *