Clássico das multidões

Domingo (21) o que parecia que seria um dia ruim para o Sport clube do Recife, virou uma partida de superação com direito a virada e vitória diante do seu principal rival, o Santa Cruz. Um clássico onde o tricolor começou bem melhor, pressionando, enquanto que o Sport estava calmo, apreensivo. O gol saiu para o Santa e mesmo assim o Sport continuou crescendo devagar na partida, apenas no segundo tempo o clube voltou com tudo.

A partida foi na ilha do retiro, mas pareceu o contrário, o tricolor começou com muita pressão e o Sport só na defensiva, mas depois que o gol saiu o Santa parou, foi assim que o Sport começou a acreditar na partida e os papeis se inverteram. Segundo Grafite o tricolor vacilou ao ter permitido se pressionar pelo Sport no segundo tempo e continuar na defensiva após o empate.
Grafite Santa Cruz
“Martelotte disse que não dava para dar espaços para os caras. No segundo tempo, deixamos os caras jogarem e não deu para nós. A gente não conseguiu segurar o ímpeto deles. Os caras têm qualidade. Se tivessem a bola, iam conseguir”, falou. “Contra o Confiança, demos espaços e eles não aproveitaram. Time grande, se der espaço, eles vão aproveitar”, emendou Grafite.

fonte: pe.superesportes

Com isso a tabela deu uma mexida e a situação dos dois clubes ficou ruim. O Náutico está invicto e só jogou três jogos, é o líder com 9 pontos, em seguida vem o Salgueiro com 7 e depois o América com 6, com três partidas jogadas também. Sport, Santa Cruz e Central completam a lista com 6, 4 e 0 pontos respectivamente, todos com quatro disputas completadas.

No mesmo dia o Salgueiro venceu o Central por 1 a 0 jogando em casa. Hoje o América enfrenta o Náutico para fechar a quarta rodada do Campeonato Pernambucano.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *