Cenmebol reajusta cotas da Libertadores

O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, criticou a premiação dada pela Libertadores da América e disse que o time brasileiro não jogaria a competição caso a Conmebol não aumentasse a cota para 2016, isso é algo bem ousado da parte dele, visto que só o fato de participar da competição gera um valor relativamente grande indiretamente para o Timão, entretanto a entidade decidiu um reajuste de 40% nas cotas para o próximo torneio o que foi uma vitória e tanto.

Atualmente o campeão tem direito a receber o valor aproximado de US$ 3 milhões (Aproximadamente R$ 12 milhões) pelo título, já o vice, US$ 1,5 milhão. No entanto, somados os valores recebidos pelos jogos em todas as fases, quem vencer poderá faturar até US$ 7,3 milhões, quase R$ 30 milhões. Se o vencedor tiver jogado a primeira fase da competição, o montante sobe ainda mais.

“Soubemos das reclamações do Corinthians. Não coincidem com o que pagamos no ano passado. O Comitê Executivo aprovou para os prêmios, 40% de aumento em relação a 2015. Serão US$ 450 mil por partida”, disse o diretor de competições da Conmebol, Hugo Figueredo, em coletiva realizada na segunda-feira (21), em Assunção, Paraguai, que esclarece sobre a competição de 2016. Antes, os valores por partidas eram de cerca de US$ 300 mil.

Os times que jogarem a primeira fase receberão US$ 400 mil. As equipes que chegarem as oitavas de final ganharão a quantia de US$ 750 mil por partida. Quem chegar às quartas de final receberá até US$ 950 mil por jogo. A semifinal pagará US$ 1,25 milhão por duelo. Para clubes menores que caírem na primeira fase talvez a quantia não seja tão significativa, contudo para os clubes que chegarem ao topo, a quantia fica bem maior. Vale colocar em nota que para clubes muito pequenos, até mesmo um valor de participação já pode mudar muita coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *