Brasil enfrenta protagonista do 7 a 1 na final das Olimpíadas

Depois de começo difícil, com dois empates sem gols, beirando a desclassificação, a seleção masculina de futebol do Brasil conseguiu chegar à final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro sem grandes problemas. Na tarde desta quarta-feira (17), a equipe do técnico Rogério Micale passou com facilidade pela seleção de Honduras nas semifinais, vencendo por 6×0. Gols de Neymar, Gabriel Jesus, Marquinhos e Luan.

O Brasil x Alemanha do próximo sábado, no Maracanã será um evento à altura das medalhas de ouro de Michael Phelps, Usain Bolt e das principais finais dos esportes coletivos. Além de uma partida de superação, será mais uma oportunidade da seleção brasileira conquistar o tão sonhado ouro olímpico para o futebol. Para isso o Brasil contará com mais de 60 mil torcedores e quase nenhum assento vazio, algo comum nos jogos da seleção brasileira.

Para isso precisamos do nosso principal jogador em dia com os gols. Neymar, que abriu mão da Copa América para estar no Rio de Janeiro, esperava viver justamente um momento desse. Aos 24, ele já entrou no grupo seleto dos jogadores brasileiros com duas medalhas olímpicas e tem a chance de enfrentar a Alemanha sub-23 dois anos após ser desfalque na semifinal do Mundial que eliminou o Brasil em casa. Alcançar o ouro que jogadores históricos falharam, como Falcão, Romário, Rivaldo, Bebeto e Ronaldo, deixaria o camisa 10 em uma galeria única na história da seleção. Neymar fez um gol com 15 segundos, outro de pênalti nos acréscimos e liderou os jogadores mais jovens para um feito marcante: a goleada por 6 a 0 foi a maior da camisa amarelinha em toda a história da Olimpíada.

Na final, os brasileiros irão enfrentar o fantasma do 7 a 1, a Alemanha, que venceu a Nigéria por 2×0. A partida será no sábado (20), às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *