Argentina confirma Scaloni como treinador nas Eliminatórias

Bastou um breve comunicado para a AFA, a Associação do Futebol Argentino confirmar que o atual treinador Lionel Scaloni irá comandar a seleção argentina também nas Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar, que serão disputadas em 18 rodadas a partir do ano que vem, mesmo ano em que teremos outra edição da Copa América que será disputada na própria Argentina e na Colômbia.

Lionel Scaloni tem 41 anos e encerrou a sua carreira como jogador em 2015 quando defendia a Atalanta da Itália. Antes disso, teve passagens por Mallorca, Lazio, Racing Santander, West Ham, Deportivo La Coruña, Estudiantes e Newell’s Old Boys, onde iniciou a sua carreira em 1995 como lateral direito.

Foi auxiliar de Jorge Sampaoli no Sevilla e na própria seleção da Argentina, assumindo o posto de treinador principal de maneira interina após a demissão de Sampaoli com o insucesso da Albiceleste na Copa do Mundo da Rússia.

Scaloni já dirigiu a seleção em 15 partidas, e até aqui acumula 9 vitórias, 2 empates e 4 derrotas, sendo duas destas derrotas para o Brasil em amistoso no final do ano passado e também nas semifinais da Copa América deste ano. Sob o seu comando o time marcou 25 gols e sofreu 11.

A manutenção do treinador no cargo não chega a ser uma surpresa mesmo após a campanha irregular do time na Copa América, já que durante o torneio foi ganhando o apoio do elenco, principalmente de Lionel Messi.

Pesa a seu favor também o fato de os principais nomes que poderiam assumir o cargo, como Mauricio Pochettino, Diego Simeone ou Marcelo Gallardo estão vivendo grandes fases em seus clubes e muito dificilmente abandonariam Tottenham, Atlético de Madrid e River Plate, respectivamente.

Novamente as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 serão disputadas pelas 10 seleções filiadas à Conmebol e as 4 primeiras se classificam diretamente para o Mundial, enquanto a quinta colocada irá disputar uma repescagem contra uma equipe ainda a ser definida.

Antes disso, ainda neste ano, a Argentina enfrenta Chile e México em setembro e a Alemanha em outubro em amistosos que fecham a temporada de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *