2020 também terá edição da Copa América

A Copa América sempre foi tradicionalmente disputada em anos ímpares, mesmo que sem intervalos regulares: já foi disputada anualmente, a cada dois anos, trienalmente e ultimamente vinha sendo disputada a cada quatro anos, quase sempre em anos posteriores à Copa do Mundo. O Brasil foi sede de uma edição da Copa América em 2019 e em 2020 também teremos outra edição do torneio continental, que foi autorizado pela FIFA para poder colocar finalmente ordem no calendário do futebol mundial.

A mudança visa fazer com que a Copa América seja disputada uma vez a cada 4 anos, sempre ao mesmo tempo em que é disputada a UEFA Euro, a Eurocopa. Sendo assim, em 2020 teremos além dos jogos da Eliminatórias para a Copa do Mundo também outra edição da Copa América, que desta vez terá uma forma de disputa diferente e duas sedes: Colômbia e Argentina.

No início a intenção era reeditar um torneio nos mesmos moldes da Copa América Centenário, que foi disputada em 2016 nos Estados Unidos e tinha como participantes as 10 seleções da Conmebol e mais 6 da Concacaf, tendo novamente os Estados Unidos como sede da competição. Porém, as duas confederações não entraram em acordo, o que fez com que este formato fosse descartado.

Com isso, novamente a competição terá 12 participantes, assim como em 2019 no Brasil, mas com uma substituição: sai o Japão e entra a Austrália. O Qatar continua como o 12º participante em preparação para a Copa do Mundo de 2022.

As 12 equipes ficarão divididas em 2 grupos com 6 cada: A Zona Norte terá como sede a Colômbia e além dos donos da casa contará com Brasil, Qatar, Venezuela, Equador e Peru. A Zona Sul terá como sede a Argentina e além dos argentinos terá Austrália, Bolívia, Uruguai, Chile e Paraguai. Os quatro primeiros colocados de cada chave se classificam para as quartas de final, quando começam os confrontos eliminatórios.

Para o site de apostas esportivas betboo a Argentina abre a competição como grande favorita para ficar com o título, com o retorno de R$ 3 a cada R$ 1 apostado. O Brasil aparece logo na sequência, com R$ 3,25 e a Colômbia aparece em terceiro lugar com o retorno de R$ 5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *