A saga do Vasco na série B e os resultados da Rodada

Certamente a oposição e os torcedores do Vasco lembram daquela derrota em Joinville, a qual o time precisava vencer e dependia ainda de outro resultado para escapar do rebaixamento, o Vasco levou ainda nos primeiros minutos do primeiro tempo um gol que seria apenas o começo daquele massacre que resultaria em um dos maiores escândalos envolvendo torcidas organizadas do Brasil devido ao resultado de 5 a 1 contra o clube alvinegro. Os primeiros resquícios da confusão começaram aos  17 minutos, quando a partida foi interrompida devido à briga na arquibancada. Após o recomeço, Edmilson empatou, aos 41 do primeiro tempo, em jogada de Yotún pela esquerda, parecia que tudo ia dar certo para o Vasco, parecia… Nem deu tempo da torcida vascaína sonhar com a permanência na série A, quatro minutos depois, Éderson, de cabeça,  faz novo gol, o garoto foi fantástico nesta partida, é alguém que gerou um profundo desprezo na torcida vascaína.

vasco na série b

No intervalo, o técnico Adilson Batista tirou Wendel e colocou Bernardo, era tudo ou nada, só a vitória interessava ao Vasco. Justificando o apelido de furacão, o Atlético não parava de pressionar o clube que estava jogando muito aberto, mais um gol aos 18 minutos marcado pelo jogador Marcelo. Para acabar de vez com as esperanças do Vasco, Éderson, o olho do furacão terminou com mais dois gols no final do jogo se consagrando artilheiro e melhor em campo. O Atlético Paranaense se classificara para a libertadores e o Vasco fora rebaixado para a série B.

Vasco na Série B

Atualmente o clube se encontra no G4 e aparentemente já superou o rebaixamento, vindo de uma partida emocionante que terminou em empate contra o Sampaio Corrêa fora de casa com alguns lances polêmicos.

Os maiores destaques da rodada da Série B foram a goleada do Santa Cruz de 3 a 0 no Oeste deixando o tricolor em décimo com 34 pontos,  a quarta vitória seguida do Bragantino, 2 a 1 contra o Icasa e a goleada da Ponte contra Vila Nova, 3 a 0.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *