Diego Souza é o terceiro maior artilheiro da era dos pontos corridos

O Campeonato Brasileiro já teve diversas formas de disputa e regulamentos diferentes, entrando na atual fase de pontos corridos apenas em 2003. Este foi o mesmo ano em que o então jovem Diego Souza iniciou a sua carreira ainda como segundo volante jogando no Fluminense. O jogador foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20 em 2005 e logo na sequência negociado com o Benfica de Portugal.

Muito tempo se passou de lá para cá. Diego Souza foi avançando cada vez mais no campo e chegou a ser convocado pelo técnico Tite para jogar com a camisa 9 da Seleção Brasileira em 2017 durante a preparação para a Copa do Mundo da Rússia.

Após ir para o Benfica o jogador acabou não se firmando e voltou para o Brasil ainda em 2005 para defender o Flamengo. Passou por um breve período fora do país em 2012 quando jogou no Al-Ittihad da Arábia Saudita e entre 2013 e 2015 no Metalist da Ucrânia, mas nos demais anos vestiu quase todas as camisas do futebol brasileiro.

O jogador teve passagens breves, mas de sucesso por Fluminense, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Atlético Mineiro, Vasco da Gama, Cruzeiro, Sport Recife e São Paulo, desembarcando neste ano de 2019 no Botafogo aos 33 anos para voltar à sua cidade natal.

Com o gol marcado neste final de semana pelo time da estrela solitária que deu a vitória para o Botafogo contra o Vasco o jogador chegou aos 101 gols marcados no Campeonato Brasileiro desde 2003 e entrou na lista dos três maiores artilheiros da era dos pontos corridos, empatando com Alecssandro na terceira colocação.

Agora o objetivo de Diego Souza é alcançar o vice-líder Paulo Baier, que já se aposentou e tem penas cinco gols marcados a mais com 106 também em uma lista imensa de clubes que defendeu durante a sua longa carreira.

O maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro na Era dos Pontos Corridos, isto é, desde 2003, é Fred que atualmente está no Cruzeiro e já marcou 142 gols com as camisas do Fluminense, Cruzeiro e Atlético Mineiro. Se levarmos em consideração toda a história do Brasileirão desde 1959 o maior artilheiro da história é Roberto Dinamite que marcou 190 gols.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *